Dentre os principais desafios do transporte de produtos e da gestão de frotas estão às condições inadequadas e a falta de segurança nas estradas, além do trânsito caótico nas grandes cidades. Ferramentas como o rastreamento e telemetria veicular são as soluções encontradas para contornar esses problemas.

Para escolher entre os dois métodos de monitoramento, é preciso entender as diferenças entre eles, conhecer as vantagens de cada um, e só então definir o melhor para sua empresa.

Rastreamento veicular

No rastreamento veicular, através de sistemas de GPS e radiofrequência, é possível identificar as coordenadas geográficas de um automóvel e visualizar dados de localização em tempo real. Em seguida, essas informações são transmitidas para as centrais de monitoramento, que as repassam para computadores e celulares conectados à internet.

Telemetria veicular

A telemetria, assim como o rastreamento, faz uso da radiofrequência e de GPS para rastrear veículos, mas conta, também, com sensores instalados em diversos pontos do carro. Dessa forma, torna-se possível, não apenas monitorar a localização, mas também os dados específicos sobre as condições do automóvel.

Vantagens do rastreamento veicular

O rastreamento veicular possui um processo de implementação mais simples e, consequentemente, mais barato. Mas as vantagens não param por aí. Graças à possibilidade de localização em tempo real, o rastreamento veicular é extremamente positivo para a segurança do veículo e motorista, principalmente, em casos de assalto e sequestro.

Atualmente, os rastreadores possuem funções adicionais que permitem bloquear o carro, alertar a central sobre possíveis riscos e até mesmo escutar o que acontece dentro do automóvel. Por causa disso, esse método de monitoramento é constantemente usado para recuperar veículos roubados.

Além disso, com o rastreamento é possível acompanhar o trajeto realizado pelo motorista e controlar o tempo de viagem. Tais ações possibilitam que o responsável pela gestão de frotas consiga aperfeiçoar sua logística e tomar decisões que reduzam os custos.

Vantagens da telemetria veicular

A telemetria também possibilita o monitoramento de veículos em tempo real. Portanto, apresenta os mesmos benefícios de um rastreador. Mas, além deles, a telemetria veicular oferece um balanço detalhado das estatísticas de condução.

Dessa forma, a gestão de frota pode acompanhar o desempenho de seus motoristas, detectar comportamentos que possam gerar acidentes, identificar falhas mecânicas e determinar as origens dos mais variados problemas.

Em posse dessas informações, os gestores conseguem controlar seus veículos e conhecer seus funcionários, podendo, assim, corrigir erros rapidamente, realizar as manutenções necessárias e oferecer treinamentos.

Como decidir entre rastreamento e telemetria?

Embora pareça que a telemetria é sempre a melhor forma de monitorar uma frota, na hora de escolher entre as duas, é preciso considerar alguns fatores, como o tamanho da frota, perfil da empresa e seus objetivos.

Por apresentar menor custo de implementação, o rastreamento veicular é indicado para frotas menores, com orçamento mais modesto, mas que ainda assim precisam investir em segurança.

Já a telemetria veicular, por ser mais complexa, apresenta custos de implementação um pouco mais altos. Além de ser excelente para a avaliação de novos motoristas, uma vez que possibilita acompanhar de perto o desempenho de funcionários.

Nosso artigo foi útil para responder suas dúvidas sobre as diferenças entre rastreamento e telemetria veicular? Aproveite para conhecer nosso site e saber de que outras formas nossos serviços podem te ajudar.

Join This Conversation